Flavia Mara Correa Couto, mais conhecida como Flavinha Couto, de Três Pontas – MG, começou a utilizar a internet em 2005 e logo veio o desejo de levar a mensagem de Deus através da internet.

Começou formatando mensagens cristãs em Power Point e enviar aos poucos contatos da época, umas 80 pessoas.

Em 2009, criou o site www.oravemsenhorjesus.com e através dele as mensagens alcançaram muito mais pessoas do Brasil e de outros países. O site recebe em média 1.200 acessos diários e o conteúdo do site é elaborado em colaboração com alguns amigos.

Para ficar atualizado com as novidades do site, os internautas podem se inscrever na Newsletter do site.

O site também é o ponto de partida para divulgação do grupo Power Point Cristão que Flavinha administra via sistema de grupos do Google e possui mais de 14 mil pessoas inscritas.

No facebook criou duas páginas (fanpages) a Vem Senhor Jesus que possui mais de 100 mil curtidas e a página Mural Bíblico. Usando o serviço de grupos do Facebook, criou uma Classe Bíblica.

Através do Whatsapp, envia mensagens com vídeos e reflexões via de listas de transmissão para quase 2 mil pessoas do Brasil e de outros países. Também preparou uma lista de transmissão para aqueles que desejam estudar a Bíblia através de estudos bíblicos via Whatsapp.

Agora também está usando o Telegram para enviar mensagens e estudos bíblicos.

Flavinha participa do projeto de Classes Bíblicas Virtuais enviando estudos bíblicos e meditações diárias por e-mail.

Criou o projeto Onda Adventista onde uniu diversas páginas evangelísticas do Facebook que compartilham durante a semana postagens em comum.

Seus planos são de expandir o projeto criando mensagens em inglês e também espanhol.

Todos os projetos são realizados sem fins lucrativos e de forma voluntária. Os projetos são apoiados por amigos que ajudam com doações financeiras.

Flavinha (1)“Já recebi testemunhos de pessoas que através dos estudos foram batizadas na IASD. A maioria das pessoas que recebem suas mensagens não são adventistas. Os desafios de evangelizar via web são grandes. É necessário atingir a todos, utilizando as ferramentas e aplicativos que sempre surgem, utilizando uma linguagem que seja entendida pela maioria e não o ‘igrejês’. Estamos nas redes sociais onde variados conteúdos circulam e nós oferecemos um conteúdo diferenciado, que fala de coisas espirituais, do céu, da vida cristã, da volta de Jesus, da vida eterna com Deus. As pessoas estão sedentas do que só Deus pode oferecer! Não podemos nos envergonhar de comunicar Jesus. Temos apenas uma pequena ideia do alcance das mensagens, mas temos a certeza de que a ‘Palavra de Deus não volta vazia’ (Isaías 55.11). Contudo, quando prego o evangelho, não posso me orgulhar, pois me é imposta a necessidade de pregar. Ai de mim se não pregar o evangelho! (1 Coríntios 9:16).” Comentou Flavinha que está conectada para salvar.