Você já viu algumas pessoas andando na rua com fone de ouvido e rindo? Não tem ninguém ao lado delas e elas não estão conversando com ninguém, muito menos falando ao celular, só estão andando e rindo. Na maioria das vezes é que essas pessoas estão ouvindo algum episódio de podcast e acharam engraçado algo que o locutor falou.

De uma forma simples, podemos dizer que podcasts são arquivos de áudio cuja principal característica é o formato de distribuição. O conteúdo é sob demanda. Você pode ouvir o que quiser, na hora que bem desejar, basta acessar seu aplicativo agregador de podcasts clicar no play ou baixar o episódio.

Se você for pesquisar sobre o assunto, vai entender que a definição de podcasts é um pouco mais complexa. No Wikipedia você encontra: “Podcasting é uma forma de publicação de ficheiros multimídia (áudio, vídeo, fotos, pps, etc) na internet, através de um feed RSS, que permite aos utilizadores acompanhar a sua atualização. O utilizador pode, assim, meramente acompanhar, ou até mesmo a descarregar automaticamente o conteúdo de um pocdast.”

Apenas por curiosidade, a palavra podcasting é uma junção de iPod e broadcasting (radiodifusão) e o conjunto de arquivos publicados por podcasting é chamada de podcast e um autor de podcast é chamado de podcaster.

Os podcasts falam sobre os mais diversos assuntos. Normalmente os mais famosos são baseados em assuntos relacionados com uma temática e são realizados por mais de uma pessoa. O podcaster procura interagir com seu público lendo mensagens que recebe através das opções de contato que disponibilizam para seus ouvintes e muitas vezes respondem essas mensagens nos próximos episódios.

Para poder ouvir um podcast, você precisa instalar um programa ou aplicativo agregador de podcasts. Se você procurar por podcast na loja de aplicativos do seu celular, você encontrará várias opções de agregadores de podcasts.

Antes de criar um podcast, sugiro que comece a escutar alguns, entenda a linguagem que usam e depois monte o seu plano de criar podcasts para comunicar Jesus ao próximo.

Na Igreja Adventista, alguns membros e pastores tiveram a iniciativa de criar podcasts e um dos pioneiros e mais famosos é o Bible Cast que faz uma abordagem teológica através de uma conversa bem humorada entre os pastores Diego Barreto e José Flores Jr. O Bible Cast ficou tão famoso que acabou virando base para o programa Hiperlinkados da TV Novo Tempo que é apresentado pelos mesmos pastores.

Os podcastings também podem ser usados como fonte de conteúdo para debates nos pequenos grupos como é o caso do pequeno grupo Morumbi 2 da Nova Semente, onde os líderes do pequeno grupo enviavam algumas edições do podcast Metanoia para nós escutarmos durante a semana e depois debatermos no pequeno grupo.

Metanoia também é um podcast humorado que normalmente é conduzido pelo jornalista Lucas Wilches e por um grupo de jovens e pastores convidados, mas o foco não é o humor mas sim apresentar o “conceito Metanoia.

“Para viver uma verdadeira Metanoia, precisamos desejar expandir a mente (Romanos 12:2). E é isso que queremos! É isso que buscamos viver: uma constante expansão da mente. Aquele que expande a mente em direção a Cristo, aprende, dia após dia, o que é uma vida relevante.”

Outros podcasts temáticos que podem servir como inspiração é o Contra Cultura baseado no estudo da lição da Escola Sabatina e o Pupilas em Brasas que de forma bem humorada, focado na cultura pop, usa temáticas de filmes, séries, livros, quadrinhos e direcionam o assunto para o conhecimento da Bíblia.

Antes de criar podcasts você precisa ter um bom planejamento. Essa etapa de planejar é fundamental. No seu planejamento procure definir o objetivo que deseja alcançar, qual o seu público alvo para poder saber qual vocabulário irá utilizar, analisar a concorrência, definir a temática que irá adotar e os tipos de conteúdo.

Crie um checklist que irá utilizar em todos os seus episódios. Isso evita que esqueça algum detalhe.

Avalie como será o formato do seu podcast, se terá convidados, um grupo de amigos, uma dupla ou se realizará sozinho. O ideal é que não faça sozinho, pois tendo mais pessoas para ajudar você não desanima.

Outro ponto importante é criar um roteiro contendo vinhetas, apresentação dos locutores e equipe, apresentar o tema, vinhetas transitórias, interagir com o público lendo mensagens que eles enviaram, falar sobre o tema, ter um encerramento, vinheta final, recados, convite para o próximo e encerramento. Pesquisando na internet você encontrará algumas sugestões de roteiros.

Crie uma peridiocidade de publicações dos podcasts. Se terá episódios diários, semanais, quinzenais, mensais e seria legal ter um calendário com os dias de postagens para ajudar seus seguidores.

Ter um blog ou uma página de apoio para o podcast é importante. Nessa página você também publica os episódios, cria sua identidade, seu logo e também informações do objetivo do podcast.

Depois de tudo definido de como será o seu podcast o próximo passo é ter os equipamentos adequados para a gravação e isso pode variar de acordo com a quantidade de participantes, localidade dos mesmos e recursos financeiros.

Depois de gravar o próximo passo é editar e existem softwares que ajudam na redução de ruídos, inclusão de efeitos, cortes.

E pra finalizar você precisa publicar o seu podcast em um serviço de hospedagem de podcasts.

No site Mundo do Podcast você encontra várias dicas de como criar um podcast.

Escute alguns episódios dos podcasts que indicamos nesse artigo e crie o seu projeto de podcast para comunicar Jesus ao próximo.